Como ser um empreendedor de sucesso?

Editoria: Comportamento, Empreendedorismo | 17/02/2011 por

Estudos sobre a atividade empresarial na década de 40, especificamente na Universidade de Harvard, estabeleceram o conceito de “motivação para a realização” e a identificação de um elemento psicológico no empreendedor, direcionado para o “impulso de contínua melhoria”. Gradativamente, o perfil empreendedor acumulou outros elementos, como a sensibilidade de saber ouvir, aprender, inovar e identificar oportunidades através da emoção no trabalho realizado. Ao contrário de sempre reclamar de algum problema e da ausência de oportunidades, a pessoa “eupresa”, busca superar desafios, expandir sua rede de relacionamentos e aproveitar cada oportunidade, como um momento único. Com brilho nos olhos, a pessoa “eupresa” é presença nos diversos setores da economia e nos mais diversificados ambientes do mercado de trabalho. Se você deseja ser uma pessoa “eupresa”, perceba que os quatro fatores a seguir são essenciais.

Não limita seus conhecimentos - O que levou panificadoras a funcionarem; treinamento; paixão 24 horas? O que levou postos de combustíveis oferecerem serviços de conveniências? O que levou uma empresa a criar pizzas refrigeradas para ser aquecidas no aparelho de microondas? O que levou uma empresa de chocolate, colocar um brinquedo dentro do doce em formato de ovo? Sem dúvida foi o empreendedorismo em não limitar conhecimentos, mas a ação de somar idéias com estudos realizados nas mais diversas ciências. Neste sentido, o empreendedor passa a ser uma pessoa inquieta com seus próprios conhecimentos e não limita o esforço de aprender continuamente. Você conhece pessoas que com frequência respondem “não sei”? Pois para uma pessoa que atua através da “eupresa”, essa resposta dificilmente será proferida, ao perceber que desconhece algo sobre o seu próprio negócio, ela realiza alguma pesquisa sobre o assunto. Note que a pessoa “eupresa”, além de ser apaixonada pelo que faz, trabalha com mais emoção, participa de constantes treinamentos e busca aprimorar seu próprio desenvolvimento pessoal.

Procura encontrar felicidade no que faz – Conversei com uma pessoa que trabalha em uma empresa há dez anos. Depois de ouvir o relato de suas experiências, essa pessoa não parou de reclamar da gerência, do clima organizacional e não demonstrou satisfação com o trabalho. Após o relato, realizei duas perguntas: Você tem felicidade no que realiza? Você realmente é feliz nessa empresa? Observe que para algumas pessoas, a felicidade não existe! Entretanto, para outras pessoas a felicidade é resultado de uma construção, conquistada a cada novo dia. Interessante observar que para este segundo perfil, a felicidade compreende não um estado constante, mas uma busca permanente. Para atuar como “eupresa”, procure demonstrar felicidade em pequenos gestos no seu cotidiano, como um sorriso, um saudoso bom dia, um convite para almoço a uma pessoa que há muito tempo você não conversa, ou mesmo, praticar o exercício de reconhecer o esforço de um colega de trabalho. Que tal colocar em prática alguns desses desafios?

Valoriza cada oportunidade como um momento único – Certa vez, fui convidado para apresentar palestra durante a realização de uma convenção de vendas. Enquanto aguardava o momento de subir ao palco, ouvia atentamente o gerente falar de maneira negativa sobre as ações administrativas e a política comercial de determinado concorrente. Algum tempo depois, para minha surpresa, recebo a notícia do desligamento do gerente dessa empresa. Adivinhe onde ele foi trabalhar? Você acertou! Justamente na empresa que anteriormente falou de forma negativa. Note que alguns profissionais, jogam pela janela, a valorização no que fazem, pois trazem consigo experiências negativas que dificultam a adaptação e a aceitação aos processos de transformação da cultura organizacional. E qual o resultado? Deixa de ser uma pessoa “eupresa” e não se sentem a essência em ser “donas do negócio de atuação”. São representantes comerciais, que ao contrário de fazer do trabalho uma “eupresa”, escolhem falar muito mais da concorrência, na frente do cliente. Você conhece alguém assim?

A atuação prática da pessoa “eupresa” – Voltei de uma palestra em Salvador e fiquei surpreso com um comissário de bordo, que ao contrário de usar aquelas frases prontas e repetitivas sobre o serviço, usou o sistema de comunicação da aeronave para cantar. Isto mesmo, cantar! E o incrível é que os passageiros, apesar do espanto, ao perceber o grau de inovação, começaram a bater palmas e balançar a cabeça no ritmo da canção. Logo que a aeronave realizou o pouso em São Paulo, fui até a cabine para parabenizar o comissário pela atitude de inovação. Fiquei ainda mais surpreso ao ouvir o depoimento de que a presidência da empresa aprova esta inovação e inclusive, outros colaboradores da organização, também cantam durante o voo. Note que a liderança nessa empresa estimula a presença de profissionais “eupresa”.

Interessante notar, que desde o início dos estudos sobre empreendedorismo, realizado pelo economista Joseph Alois Schumpeter (1883/1950), esteve constituído algumas fases que começam pela geração de idéias e a busca de oportunidades, seguidas do desenvolvimento de um plano de negócios ou de um planejamento estratégico. Para ser uma pessoa “eupresa” de sucesso, será necessário a ruptura do comodismo e efetuar a seguinte equação: primeiro realizar a junção da responsabilidade com o comprometimento. Segundo, multiplicar o resultado desta soma com as competências e o talento pessoal. Terceiro, conquistar como resultado final, êxito na ação de empreender fazendo do seu trabalho um constante sucesso.

Sobre o Autor:

Dalmir Sant'Anna Dalmir Sant’Anna – Palestrante comportamental, Mestrando em Administração de Empresas (Univali), Pós-graduado em Gestão de Pessoas, Bacharel em Comunicação Social e Mágico profissional. Autor do livro “Menos pode ser Mais” (3ª edição) e de inúmeros artigos publicados em revistas, sites e jornais.
Contatos: dalmir@dalmir.com.br e www.dalmir.com.br.

Popularity: unranked [?]

Share |

5 Comentários em "Como ser um empreendedor de sucesso?"

commenter

É verdade, devemos valorizar cada oportunidade como um momento único! As oportunidades estão aí, o segredo está em valorizá-las. Inclusive há um texto na bíblia em Eclesiastes cap. 9, vers. 11 que diz que “não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos”.

commenter

muito interessante,nem sempre percebemos quando estamos com alguma oportunidade que pode mudar tudo na nossa vida.

commenter

minha maior duvida é de como começar, quais as caracteristicas de trabalhar com o publico e como lidar e ser um lider empreendedor quero vencer e ter ajuda quem me dar um toq q deus o qbençoe de verdade xau obrigado …………

caso vcs retorne eu faço umas perguntas mais importantes.
VALEU.

commenter
Conexão Mercado | 17-1-2012 às 15:20

Olá, Marcelo

Com seu comentário publicado, outros internautas poderão te ajudar dando dicas.
Sugerimos também que mande email para o autor do artigo (email disponível ao final do artigo, no minicurrículo).
Com certeza ele estará disposto a responder suas dúvidas.
Continue acompanhando o Conexão Mercado, fique ligado em nossas atualizações.

Boa sorte.
Abraços

Conexão Mercado

commenter
rosana neide rodriquis dos santos | 23-10-2012 às 16:37

com certeza pra vencer na vda e preciso saber o q faz e como faz

Deixe seu comentário

Nome:
Email:
Website:
Comentário:
XHTML: Você pode utilizar as tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>