5 dicas valiosas de administração para quem é MEI

team_image_CM

O número de microempreendedores individuais (MEI) está crescendo cada vez mais no Brasil. De acordo com a Secretaria da Micro e Pequena Empresa, em 2015 já eram 5 milhões de pessoas registradas como esse tipo de pessoa jurídica (PJ).

Quem trabalha por conta própria precisa realizar uma série de atividades: da gestão financeira ao controle de estoque, passando pelo networking e a produção em si. Ou seja, quem é MEI precisa saber gerenciar suas tarefas diárias muito bem para não levar prejuízo.

Como administrar melhor sua rotina de microempreendedor individual

A gestão individual de uma empresa, embora seja vantajosa em muitos aspectos, pode trazer uma sobrecarga aos empresários, que se divide em mil funções. Por conta disso, não é raro que muitos deles descuidem da correta administração de seu negócio – um grave erro.

É importante lembrar que a má gestão é um dos principais motivos que levam uma empresa ao vermelho e até mesmo a falência. Para driblar a falta de tempo ou de prática com esse tipo de tarefa, o segredo é elencar prioridades, manter a organização e contar com a ajuda de softwares desenvolvidos especialmente para empreendedores.

5 estratégias simples que facilitam a vida de quem é MEI

Use a tecnologia ao seu favor

Emitir notas fiscais de serviço é uma das vantagens de se tornar MEI. Uma dica para deixar a emissão mais prática é enviá-las eletronicamente para seus clientes.

Existem sistemas online de gestão empresarial que ajudam o microempreendedor individual a otimizar tempo. Utilizando um software integrado ao banco de dados das prefeituras é possível, por exemplo, preencher rapidamente os dados do cliente na nota fiscal de serviço.

Automatize o máximo de processos possível

Tarefas como gerenciamento de estoque, acompanhamento de pedidos, envio de orçamentos e emissão de notas fiscais podem ser realizadas com muito mais facilidade se forem automatizadas.

Uma dica para otimizar esses processos é usar um software de gestão online. Dessa forma, você pode controlar melhor as demandas e ficar por dentro de tudo que acontece no seu negócio de maneira visual e prática.

Organização é fundamental para o sucesso dos negócios

Uma ótima dica para organizar melhor a produção é utilizar o sistema Kanban. Essa técnica japonesa, que ficou famosa pelo sucesso de aplicação na Toyota, é tão simples quanto eficaz.

Para começar, é só listar todas os afazeres que precisam ser realizados em determinado período e separá-las em três colunas:

  • Para ser feito
  • Em andamento
  • Concluídos

Conforme os processos forem sendo desenvolvidos, é só mudar essa tarefa de coluna. Por ser tão fácil, muitas pessoas até duvidam do método. Mas basta colocá-lo em prática para sentir a diferença.

Inicialmente o Kanban era feito em um grande quadro fixado no ambiente de trabalho. Hoje em dia, é possível utilizar versões on-line.

Não misture finanças pessoais e finanças da empresa

De acordo com o Sebrae, um dos maiores erros dos empreendedores brasileiros é misturar seus próprios recursos com os da empresa. Essa prática é extremamente prejudicial aos negócios, porque o empreendedor não consegue mais saber quanto é necessário para manter sua empresa em funcionamento – o que dificulta até mesmo na hora de pedir um empréstimo.

No caso do microempreendedor individual, as tentações são ainda maiores. Mas é preciso separar seu orçamento como pessoa jurídica (PJ) e o como pessoa física (PF). Dessa forma, é possível ter uma gestão financeira saudável do seu negócio.

Para deixar os lucros da empresa separados das suas despesas pessoais, a dica dos especialistas é manter sempre a organização. Assim, facilita também um bom planejamento. E nesse quesito, usar um software de gestão empresarial certamente irá facilitar muito sua vida.

Gestão financeira é fundamental

Acompanhar as finanças de perto é a forma mais segura de manter a saúde financeira da empresa. Para isso, é necessário realizar um controle rigoroso dos resultados anuais, mensais e diários.

Uma dica para tornar esse processo mais simples é usar um software de gestão empresarial online. Além dos seus dados ficarem bem protegidos, você atualiza o fluxo de caixa de onde estiver.

Dessa forma, organizar suas contas a pagar e as que você irá receber é muito mais simples. E assim você evita multas e consegue planejar melhor os pagamentos futuros.

2 ideias sobre “5 dicas valiosas de administração para quem é MEI

  1. Toda e qualquer dica para organizar e administrar um Mei é super bem vinda. Usar a tecnologia é essencial e, dentro disso, se precisar de contabilidade, já há um ótimo serviço totalmente online, e o melhor, super acessível: o site chama-se Contabilizei e merece até uma matéria dedicada a ele. Esperamos ter ajudado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *