Mercado de perfumaria está em alta no Brasil

Por: Agência Conversion

O mercado consumidor brasileiro de perfumaria superou o dos Estados Unidos em 2010, segundo dados da Euromonitor, empresa líder mundial em pesquisas sobre mercados consumidores. Em 2012, só no Brasil, o setor movimentou 42 bilhões de dólares (cerca de 93 bilhões de reais), na soma da comercialização de perfumes, cosméticos e produtos de higiene pessoal. A positividade e o cenário promissor no Brasil estimulam também a maior frequência de propagandas de marcas internacionais no País e um reforço das vendas no mercado nacional.

Antenados com esse bom momento vivido pelo mercado de perfumaria, muitos micro e pequenos empresários estão investindo na comercialização desses produtos. Veja abaixo algumas dicas para obter sucesso ao atuar nesse mercado:

– O sucesso de vendas de um perfume se relaciona tanto pela fragrância que conquista diversos consumidores quanto pelas embalagens que atraem os olhares dos mais diversos clientes. Em vista disso, diversas empresas investem tanto em engenheiros que pensam as fragrâncias quanto em designers especialistas na criação das embalagens. Não é à toa que é tradicional o ditado que diz que “os melhores perfumes estão nos menores frascos”, relacionando a essência ao recipiente.

– A escolha e otimização da embalagem também agregam valor à marca e ao produto, pois, em razão dos constantes lançamentos e da competitividade do mercado, são fatores diferenciais na escolha do cliente. Segundo pesquisa realizada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), 75% das empresas que investiram em design de embalagens tiveram uma melhora em suas vendas. O estudo ainda revela uma escolha mais frequente do consumidor por embalagens mais elaboradas, comparando um mesmo produto.

– No setor de produção, o fator que guia a escolha é geralmente o conceito do produto. O perfume one million, por exemplo, combinou a ideia de uma fragrância única e inigualável com o valor da essência. O conceito se converteu em uma embalagem que se assemelha a uma barra de ouro. O material é também tradicional para a marca, Paco Rabanne, que o utiliza em suas diversas criações. A embalagem do produto foi assinada pelo conceituado designer francês Noé Duchaufour-Lawrance e o perfume foi um sucesso de vendas.

– Além da identidade da marca, as embalagens também podem variar conforme as tendências de moda correntes. As novas tecnologias influenciam também e contribuem para maior durabilidade do produto e sua fixação. A exposição à luz, por exemplo, que muitas vezes prejudica os elementos utilizados na composição, tem sido evitada em embalagens que utilizam proteção contra raios UV. Atualmente, diversas grifes têm lançado perfumes com embalagens escuras e fumês e que utilizam formas de objetos. Em voga também, as embalagens mais minimalistas e que se assemelham a um ar clássico e retrô também estão presentes nas prateleiras nas lojas.

A história da perfumaria também evoluiu muito em termos de embalagens e métodos de aplicação. Atualmente, muitos perfumes são comercializados em embalagens invioláveis e com borrifadores para sua aplicação. A praticidade e eficiência na fixação se tornaram fatores centrais na escolha de um bom recipiente. Independentemente da tecnologia, seja ela usada para preservar o produto, facilitar sua utilização ou chamar atenção do cliente, o consumidor está cada vez mais criterioso na hora de fazer suas comprar e exige mais do que o cheiro agradável na hora de escolher seu perfume.

Como você pode ver, qualidade e uma bela embalagem são fatores essenciais para a venda dos perfumes e produtos de beleza em geral. Se você escolheu este ramo para investir, não descuide desses detalhes, que fazem toda a diferença.

Imagens: freeimages.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *